• 13 de março de 2017
  • Leads

O RD Station é um software de automação de marketing da Resultados Digitais que pode ser o aliado ideal da sua empresa no momento de investir em automatização de marketing de conteúdo. Hoje, apresentaremos algumas dicas para o RD Station, com o objetivo de criar um fluxo de nutrição com os leads.

 
Quando um lead preenche a exigência para entrar em um fluxo (como baixar um e-book), ele começa a receber os e-mails de acordo com o passo a passo que você desenhou na ferramenta.

 
Você pode estar pensando: se a pessoa já baixou um e-book, significa que ela já tem interesse nos materiais da minha empresa. Ela pode estar muito perto da compra. Por que eu deveria enviar mais materiais? Ou por que eu não mando simplesmente um material “fundo de funil”, para o lead já efetuar a compra ou falar com um de nossos vendedores?

 
Quando um lead faz o download de um e-book, ou qualquer outro material, como uma newsletter, ele demonstra ter interesse em seus materiais e no conteúdo que seu blog possui. Isso quer dizer que ele pode ser uma das personas da empresa, e que você pode vender para ele! Mas para descobrir se aquela pessoa realmente é o seu cliente ideal, precisaremos nutrir um pouco mais e, ao mesmo tempo, prepará-la para o momento ideal de compra.

 
Isso acontece porque, por mais que aquele usuário já tenha baixado um conteúdo abrangente de topo de funil, ele provavelmente não sabe ainda que precisa da sua solução, ou seja, comprar algum dos produtos ou serviços oferecidos pela sua empresa.

 
Cada opção seguinte do funil de vendas deve ser apresentada para o seu possível cliente no momento certo, quando o usuário já está suficientemente educado na etapa atual para ir avançando pelo funil até realmente adquirir o produto ou serviço da sua empresa.

Dicas para o RD Station e Funil de Vendas

A jornada do cliente possui 6 passos: descoberta do assunto, interesse por ele, consideração da solução, intenção de compra, avaliação antes da compra e a compra efetiva. O ideal para um usuário que inicia o fluxo no topo de funil (ou seja, que está começando a descobrir sobre o assunto) é que ele receba pelo menos um material de cada estágio e o RD Station é um grande auxiliar para fazer com que o possível cliente avance dentro do funil de vendas.

 
Um fluxo normalmente é composto de aproximadamente 5 e-mails e os intervalos entre eles podem durar dois dias, por exemplo. O número de e-mails e o intervalo pode mudar de acordo com a sua empresa e seus objetivos com os envios dos e-mails. Se a compra do seu produto for demorada e envolver muitos riscos, como a compra de um apartamento, o fluxo pode ser maior. Porém, se a compra é menos complexa, ou exige menos pesquisa, como a compra de bijuterias, o número de e-mails pode ser mais reduzido.

 
Antes de criar o fluxo, é necessário criar todos os e-mails que serão enviados. Após os e-mails criados, podemos passar para a Automação de Marketing, workflow, ou nutrição de leads.

 

Depois de vários fluxos de automação, fica difícil achar um workflow específico para fazer alguma alteração. Por isso recomendamos sempre que o nome do fluxo seja direto e bem claro (e eles podem ser numerados na ordem de lançamento, por exemplo).

 

Qual formulário o usuário deve preencher para receber os e-mails? Ele deve baixar um e-book? Assistir a um webinar? Fazer download de um infográfico? Assim que ele enviar as informações (clicando em “enviar informações”, ou “quero fazer download”, entre outros), ele entra na lista de segmentação daquele material. E, assim que cair na lista, o fluxo de nutrição começa.

 
Aqui é onde a nutrição de leads por meio das dicas para o RD Station começa realmente.

 

O que é importante saber nessa etapa é a ordem que os e-mails que você criou no passo 1 e o intervalo exato que você vai precisar entre cada um deles.

 
Normalmente o passo 1 é o envio de um e-mail de agradecimento, e é importante avisar para seu lead que ele vai continuar recebendo nos próximos dias conteúdos relacionados ao material que ele se interessou. Caso contrário, ele pode cancelar a assinatura dos e-mails por achar que sua empresa resolveu entrar em contato muitas vezes com ele.

 
Agora que você já sabe com as dicas para o RD Station como a ferramenta de automação de marketing e um fluxo de nutrição funcionam, é importante lembrar que os fluxos podem ser alterados a medida que novos materiais são criados: sempre que houver um novo blog post mais interessante para aquele estágio do funil, ou uma oferta que combina mais com aquele tipo de segmentação, podemos trocar. Isso ajuda o fluxo a ficar sempre atualizado e a converter melhor a cada momento por meio da utilização de uma RD Station.